Bolsa Empreendedor – Como funciona?

Bolsa Empreendedor - Como funciona?
Bolsa Empreendedor – Como funciona?

A pandemia trouxe dificuldades e perdas econômicas para todo o mundo. Mas, para aqueles que perderam seus empregos, foram criados diversos programas sociais para ajudar a população. Um deles é o Bolsa Empreendedor!

Empreendedorismo e desemprego na pandemia

Contudo a pandemia levou milhões de brasileiros a perderem os seus empregos no momento maior necessidade.

Para contornar isso, muitos deixaram de lado a procura pelo emprego formal e entraram de cabeça no mundo do empreendedorismo.

Em primeiro lugar a falta de emprego no mercado estimulou muitas pessoas a pensarem seriamente na possibilidade de ter um negócio próprio. Por isso, o nosso país apresenta uma maior variação da taxa de empreendedorismo do que outros países.

A realidade é que a variação na taxa de empreendedorismo vem da necessidade em sobreviver gerada durante a pandemia. Diante dessa situação, os brasileiros usam a sua criatividade para continuar seguindo em frente.

Bolsa Empreendedor

O Bolsa Empreendedor é um programa social do estado de São Paulo que vem auxiliando financeiramente MEIs e autônomos.

Ele concede o valor de R$ 1.000,00 para os empresários que sofreram durante a pandemia. O governo calcula que cerca de 45 mil pessoas serão beneficiadas com o programa.

Como funciona

Para participar do Bolsa Empreendedor, o candidato precisa comprovar a sua situação de vulnerabilidade social e as dificuldades que vem enfrentando com a pandemia. Além disso, é necessário:

Ter mais de 18 anos;

Possuir um número de CNPJ;

Residir no estado de São Paulo;

Ser alfabetizado;

Estar desempregado;

Estar inscrito no Cadunico desde janeiro de 2021.

O dinheiro foi dividido em duas parcelas de R$ 500,00 e começou a ser pago durante o mês de novembro.

A prioridade nos pagamentos é para os grupos mais vulneráveis durante a pandemia: as mulheres e pessoas negras.

No total, o governo de São Paulo liberou para o programa R$ 100 milhões, distribuídos em 100 mil bolsas.

Distribuição das bolsas

As bolsas do programa serão divididas proporcionalmente pelas regiões administrativas do estado de São Paulo.

Inscrição

Quem estiver dentro de todos os critérios estabelecidos pelo programa pode se inscrever no portal Bolsa do Povo.

Todas as inscrições passam por uma análise e, se houver aprovação, o benefício será liberado. Mas, antes, o candidato selecionado deve fazer o curso gratuito Empreenda Rápido, que é oferecido pelo Sebrae.

Empreenda Rápido

O curso Empreenda Rápido é uma parceria entre o governo e o Sebrae-SP.

Ele é composto por uma carga horária de 20 horas de aula presenciais, mas também pode ser realizado pela internet com 10 horas de aula online.

O curso trabalha com temas ligados ao empreendedorismo, ao planejamento do próprio negócio, a ações de marketing, a administração de finanças, ao trabalho formal, etc.

Tudo isso tem como objetivo ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade e ensiná-las a como empreender para obter sua renda.

Assim, os alunos aprendem sobre como se manter no mercado de forma produtiva.

Assim, além do auxílio financeiro, os beneficiários também recebem a orientação necessária para se manter de pé mesmo diante das dificuldades.

Veja também nossos outros artigos:

Crie uma logo para sua empresa ou marca
Download sites de logo profissional
A Vivo a Tim e Claro Oferecerão 5G no Brasil

Se der tempo dê uma passadinha em nosso Canal de Receitas: Clicando Aqui

Compartilhe este post:

FAÇA O DOWNLOAD DE QUALQUER CURSO RÁPIDAMENTE

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.